Petrópolis

Petrópolis: atrativos em dobro com a vizinha Teresópolis

  • A dois
  • Ao ar livre
  • Com a família
  • Com amigos

Ao se hospedar em Petrópolis, você abre um leque de possibilidades também em Teresópolis. Ambas são cidades vizinhas e complementares. Enquanto a primeira é pura badalação, Terê, para os íntimos, vive dias mais tranquilos e cheios de atrativos. Apenas 33 quilômetros as separam, uma rodovia repleta de curvas, montanhas, vales e hortênsias – tanto que é conhecida como “Estrada das Hortênsias”. Dá pra ir e voltar no mesmo dia, um passeio inesquecível.

AS TRILHAS DA SERRA DOS ÓRGÃOS

Aventureiros do mundo, uni-vos! O Parque Nacional da Serra dos Órgãos espera por vocês para trilhas, escaladas, banhos de cachoeira e um visual de tirar o fôlego. É ali que fica o Pico Dedo de Deus com seus imponentes 1.692 metros e símbolo da Serrana Fluminense. A partir do Centro de Visitantes, a trilha suspensa de 1,3 quilômetros é uma das mais procuradas.

By Carlos Perez Couto (Own work) [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons

Outros trajetos pedem um pouco mais de preparo físico como o Cartão Postal (1,4 quilômetros) que leva ao mirante ou o da Pedra do Sino de puxados 11 quilômetros. O Parque funciona das 8h às 17h. Para caminhadas a partir das 6h tem de comprar ingresso um dia antes por R$ 12,50 (visitante) e outros R$ 5 para a entrada do veículo.

ONDE COMER

Na hora de fazer uma boquinha, um lugar muito bacana é o Restaurante Dona Irene, que funciona na casa dos proprietários. A proposta do lugar é servir com pompa e circunstância um jantar russo à moda dos czares do século 19. São 15 entradas frias conhecidas como Zakuskis. O prato principal deve ser escolhido no ato da reserva como o Varenike (massa de pastel cozida com recheio de batata e ervas) e o Frango à Kiev (peito empanado e recheado com manteiga). Tudo acompanhado pela Nazdaróvia, vodca artesanal do restaurante.
Importante: Dona Irene não aceita cartão de crédito, como isso pode mudar sem aviso, vale a pena ligar antes e confirmar.

Depois do almoço, nada melhor que um café acompanhado por um docinho. Na Confeitaria Doces Húngaros você pode tomar um expresso ou um café húngaro (licor de cassis, creme de cacau e chantilly) acompanhado por um mil-folhas de creme ou um apfelstrudel, a especialidade da casa.

shutterstock_161146010

 

DE ARTESANATO A CERVEJAS ARTESANAIS

Todo o fim de semana é a mesma coisa. Barraquinhas são armadas na Praça Higino da Silveira, no Bairro Alto. Criada na década de 1970, a Ferinha do Alto é o ponto de encontro dos moradores de Teresópolis e atração turística. Nela, aproximadamente 800 expositores apresentam os seus mais variados produtos. Pode ser artesanato, comidinhas, bijuterias, roupas, licores, móveis, entre outros. Aproveite que você está no bairro e dê um pulinho na Vila St. Gallen, um completo vilarejo cervejeiro inspirado na antiga Germânia. Lá você pode provar diversos tipos de cerveja como a famosa Therezopolis, além de fazer uma Biertour, uma visita guiada pelo mestre cervejeiro Gabriel di Martino.

 

 

Gostou? Compartilhe com os amigos!

 

GOSTOU? COMPARTILHE COM OS AMIGOSEmail this to someoneShare on Google+Share on LinkedInShare on Facebook